terça-feira, 14 de agosto de 2012

Feelings


Outro dia, na vitrine de uma livraria, um título me chamou atenção: Saiba como controlar seus sentimentos e emoções. Algo que nunca pensei. Controlar sentimentos? Emoções? Pra que? 

O ser humano é incompetente na sua busca pelo domínio dos sentimentos. Desconfia-se, que jamais conseguirá. Longe da pretensão de promover reparos nos seculares estudos da psique, o que digo? Por mais que a Pessoa tente controlar o que sente, será sempre subjugada. 

Essa estrutura biológica que é o ser humano necessita de drogas para conter os efeitos das reações químicas em seu corpo. O controle daquilo que sente, só é possível (quando é) com a administração de remédios. Qualquer outra ação é mera especulação, experimento ou subterfúgio.

À margem das definições científicas, prefiro essa condição miserável, de homem sujeito aos perigos dos sentimentos e emoções. Imagine ter o controle do que se sente? Confrontado com a imagem de um filho recém nascido, com o sorriso da pessoa amada ou a cama quentinha após a jornada de trabalho, ninguém vai lembrar de acionar o ‘botão” das sensações. 

Simplesmente se mergulha no momento. Sentir e se emocionar é para aqueles que se preocupam tão somente em viver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário